Cirurgias

Cirurgia das Pálpebras


Os sinais de envelhecimento das pálpebras variam muito de pessoa para pessoa. Em geral, temos excesso de pele nas pálpebras superior e inferior, além da presença de “bolsas” de gordura (fig 1).
 
 
Na pálpebra superior, o excesso de pele, muitas vezes, leva à dificuldade para se abrir os olhos, prejudicando principalmente a leitura (fig 2). Na inferior pode ocorrer flacidez a ponto de causar irritação dos olhos e “lacrimejamento”.
 
 
A correção destes problemas envolve a realização da “Blefaroplastia”, que é o nome que se dá para esta cirurgia. Ela é realizada com anestesia local associada à sedação. Na correção, retiramos os excessos de gordura e pele de ambas as pálpebras.
 
Quanto à cicatriz, na pálpebra superior ela fica bem na dobra da pele, cerca de 7 mm acima dos cílios. Na inferior, fica abaixo e rente aos cílios. Isso faz com que elas sejam imperceptíveis (fig 3).
 
 
É importante salientar que as pacientes que apresentam “olheiras” precisarão usar cremes específicos após a cirurgia, pois esta não corrige alterações da cor da pele.
 
Por sua vez, naquelas que apresentam “pés-de-galinha” , eles serão suavizados após a cirurgia através de “peelings” e da aplicação de "toxina botulínica"R (fig 4).
 
 
Ao final, teremos um resultado bastante compensador para o rejuvenescimento desta região (fig 5).
 

Cadastre seu e-mail para receber artigos e informações sobre cirurgia plástica.

e-mail: cadastrar remover cadastro    OK